Café das 10

Factos Sobre Marketing Digital em 2020 - Parte 2: E-Commerce

Publicado por Macro Makers em 2020-10-29 às 10:00

Factos Sobre Marketing Digital em 2020 - Parte 2: E-Commerce

Em sequência da publicação do dia 20, Dia Mundial da Estatística, continuaremos a dar-lhe a conhecer alguns dos números relativos ao setor do marketing digital, hoje com foco no comércio eletrónico.

Hoje o destaque vai para o comércio eletrónico, um setor que ganhou especial relevância em várias partes do mundo, incluindo Portugal, durante a fase de confinamento.

O mercado de comércio eletrónico está em franco crescimento, prevendo-se que mais de 95% de todas as compras sejam conduzidas por meio do comércio eletrónico até 2040.

  • O mercado de comércio eletrónico que mais cresce no mundo é a China.
  • Especialistas prevêem que as vendas a retalho no comércio eletrónico cheguem aos 4,13 triliões de dólares em 2020.
  • Espera-se que o comércio eletrónico via mobile (smartphones e tablets) tenha uma participação de quase 73% até 2021.
  • Cerca de 51% dos compradores online realizam compras por meio dos seus smartphones.
  • A maioria dos clientes online prefere pagar com cartão de crédito.
  • Existem mais de 2 biliões de compradores digitais no mundo.
  • O estudo Global Consumer Survey Report 2019 refere que um terço dos consumidores entrevistados compra produtos online uma vez por semana ou com mais frequência.
  • De acordo com o mesmo estudo, cerca de 9% dos entrevistados disseram que usavam tecnologia de voz para fazer compras uma vez por semana ou com mais frequência.
  • Os portes grátis são o fator mais importante para os consumidores ao decidirem em qual loja fazer uma compra. O segundo fator mais importante é a facilidade de devolução da encomenda, seguida pelo custo da devolução.
  • Dos 1.888 consumidores online norte-americanos entrevistados no âmbito do estudo da Digital Commerce 360, cerca de 40% disseram que o motivo pelo qual não fizeram uma compra foi porque a compra não chegaria a tempo. Cerca de 20% deles relataram que não encomendaram um produto, porque a data de entrega não era precisa.
  • 75% dos participantes entrevistados neste mesmo estudo, disseram que compraram um produto na Amazon. Cerca de 55% deles compraram produtos noutros marketplaces.
  • A principal razão pela qual os consumidores decidem comprar num marketplace em vez de uma loja online individual é o preço. Outros fatores decisivos são os portes grátis ou com desconto, a rapidez de entrega e uma ampla gama de produtos.
  • 68% dos participantes entrevistados no âmbito do estudo da Digital Commerce 360, disseram que verificam primeiro se um produto está disponível numa loja física local.

Publicações anteriores relacionadas:

Fontes:

cafedas10.pt