Café das 10

Como Funciona o Algoritmo do Instagram em 2020

Publicado por Macro Makers em 2020-08-06 às 10:00

Como Funciona o Algoritmo do Instagram em 2020

Sabe quais os fatores principais que influenciam o algoritmo do Instagram relativamente aos posts no feed?

O algoritmo do Instagram é aquilo que decide quais posts as pessoas vêem sempre que abrem a app e visualizam o seu feed.

Mas saber como ele funciona é uma pergunta que causou muita confusão desde que o Instagram se afastou de um feed cronológico em 2016 e o feed de cada pessoa na plataforma foi organizado de acordo com as regras do algoritmo.

De acordo com o Instagram, existem 6 fatores principais que influenciam o seu algoritmo relativamente aos posts no feed:

  • Interesse

Se os utilizadores desfrutaram de certos tipos de posts no passado, é mais provável que o algoritmo lhes mostre esse tipo de post no futuro. Por exemplo: se um utilizador interage mais com as contas verificadas ou empresariais, é mais provável que ele veja posts desse tipo de contas. Se eles assistem a muitos vídeos, acontece o mesmo.

Por outras palavras, se os utilizadores se envolvem com posts como os nossos, existe maior probabilidade de ver os nossos posts. Basicamente, o algoritmo quer dar aos utilizadores aquilo que eles procuram.

  • Relação

Cada vez mais, o Instagram quer que os utilizadores despendam tempo com a app porque gostam dos conteúdos de uma forma significativa e não apenas porque gostam de fazer scroll down indefenidamente sem critério. Consequentemente, o algoritmo gera posts de contas com as quais um utilizador já interage, como sejam as dos seus amigos, familiares e coisas que ele goste ou lhe interesse.

Para marcas e criadores de conteúdos, isso significa que o foco no envolvimento da comunidade é fundamental. Trocar mensagens diretas nos stories, marcar um ao outro em posts e deixar comentários com frequência são ações que indicam um relacionamento próximo entre as contas, assim como os likes, partilhas e visualizações.

  • Oportunidade

Os posts mais recentes têm maior probabilidade de serem enviados para o topo dos feeds dos utilizadores. Isso significa que publicar assim que o público está online é crucial, pois teremos uma melhor probabilidade de conseguir likes e mais seguidores novos mais rapidamente!

A decisão de incorporação deste fator advém das festividades do final do ano passado, quando se chegou à conclusão que muitos utilizadores ainda estavam a ver posts de Natal, apesar de já se estar a comemorar o Ano Novo.

  • Frequência de utilização

Para o utilizador mais frequente, o seu feed parecerá mais "cronológico", sendo que o algoritmo exibe os melhores e os mais populares posts desde a última vez que ele abriu a app. De assinalar que 42% dos utilizadores do Instagram visualizam a plataforma várias vezes ao dia.

Já para o utilizador que visualizar o seu Instagram com menos frequência, no seu feed irão aparecer os posts que o algoritmo pensa que ele mais gosta, em vez de uma sequência mais cronológica de posts.

  • Tempo da sessão

Por exemplo, os utilizadores que despenderem 45 minutos a percorrer o seu feed verão mais posts, incluindo os de menor desempenho, ao contrário dos utilizadores que apenas visitem a app durante 5 minutos e apenas visualizarão os melhores resultados.

  • Número de contas que o utilizador segue

Um utilizador que segue milhares de contas pode não ver todos os posts de muitas destas. Mas se ele seguir apenas algumas centenas, é mais provável que fique totalmente mais envolvido com todos os que segue.

Fontes:

cafedas10.pt